O fantasma da loja de brinquedos

Lenda urbana da loja de brinquedos - Entrar numa loja de brinquedos pode ser algo sobrenatural e assustador!! 'Folheie os livros infantis com precaução. E nunca, em hipótese alguma, suba ao andar onde os brinquedos estão empilhados.' Essas são as recomendações da loja de brinquedos Toys 'r' Us, em Sunnyvale, Callifornia. Toys 'r' Us é assombrada pelo fantasma de um homem chamado Johnson, cujo espírito caminha pelos sombrios corredores do estabelecimento, sussurrando nomes, empurrando objetos...." Eu não acredito em fantasmas!", diz O'Brien, que há 18 anos trabalha como empilhador de brinquedos da loja. "Mas você sente uma brisa atrás de você. Alguém chama seu nome e quando você olha não vê ninguém. Coisas sobrenaturais acontecem aqui e não há como explicar." Bonecas de pano e caminhões de brinquedos pulam das estantes. Bolas infantis aparecem no fundo dos corredores. Livros caem das prateleiras. Berços se movem sozinhos. Os funcionários da Toys 'R' Us tentam explicar a lógica desses acontecimentos, mas não conseguem. "Muitos de nós já presenciaram fenômenos misteriosos aqui." , diz O'Brien, "Ele é igual o Gasparzinho. Nunca quis machucar ninguém." Muitos jornais falaram a respeito. A loja foi mostrada na televisão no programa That's Incredible, entre outros. Um roteirista de Hollywood passou duas semanas fazendo pesquisa na loja para escrever o filme A Revolta dos Brinquedos. A psíquica Sylvia Browne fez uma sessão ao local em 1978 e, depois de constatar os fenômenos, voltou mais umas 12 vezes. Ela disse que Johnson era um pregador e fazendeiro, que trabalhava para a família Murphy, cuja fazenda, na década de 1880, ficava no lugar onde hoje é a loja. Ele falava com um sotaque sueco e disse que seu primeiro nome era John, Yon, ou Johan. Dez das dezesseis pessoas presentes na sessão disseram ter ouvido zumbidos ao invés de palavras, nos momentos em que Browne dialogava com o fantasma. Browne disse que o fantasma lhe falou que ele estava apaixonado por Elizabeth, filha de Murphy, mas ela fugiu com um advogado da Costa Oriental. Recortes de jornais velhos dizem que Johnson cortou a própria perna com um machado, enquanto cortava umas árvores com má vontade. Outra história diz que Johnson foi encontrado morto no pomar com uma fenda de machado em seu pescoço. Ambas as histórias dizem que ele sangrou até a morte. O'Brien diz ter visto o fantasma uma vez: um homem jovem com aparência de 20 a 30 anos, bem vestido, usando um chapéu de lã, que o atravessou. Em outro momento, ele ouviu o som de galopes. "Dizem que Johan treinava os cavalos.", diz O'Brien. Essa famosa imagem tirada no interior da loja apresenta uma figura misteriosa no fundo, encostado na parede. Funcionários e testemunhas que estavam no local nesse dia e horário juram que essa pessoa não estava lá quando a foto foi tirada. Notem que ela usa um chapéu. Houve uma vez em que um funcionário estava encerando o chão e diz ter visto o movimento de um ursinho de brinquedo para cada corredor em que ele carregava o equipamento. Alguns já sentiram cheiro de flores do campo no corredor 15C , local onde ficam os bonecos do Mickey e do Batman. Agora a pergunta que todos fazerm: "Não seria apenas um jogo de marketing?" "É uma publicidade muito boa para nossa loja", diz Stephanie Lewis, dona do estabelecimento, "Mas eu pessoalmente não acredito em nada disso. Mas outros, sim. Semana passada tivemos que perseguir 4 adolescentes que tentavam brincar com uma tábua de Ouija no local. E há os que imploram para passar uma noite no lugar." "Tenho funcionários que não entram no banheiro feminino, pois dizem que as torneiras se abrem sozinhas." "Quando eu vou trabalhar no andar de cima eu digo: ´Johan, vim só para trabalhar, ok?", diz O'Brien, "É divertido trabalhar aqui!!


O fantasma da loja de brinquedos

Não foram encontrados comentários.





Questionário

vc tem um melhoor amigoo ?

sim
89%
225

não
11%
28

Total de votos: 253


Tags

A lista de tags está vazia.


Divirtam-se !

 

 Peguem oquê Preciisar !